top of page

Longa sobre a sexualidade de um casal.


blog O Cinema Sallva, maio 2022, Eu Te Amo (BRA, 1981)

O filme Eu Te Amo (BRA, 1981), escrito e dirigido por Arnaldo Jabor, nasceu de um convite de Walter Clark, produtor e executivo da televisão brasileira. No início dos anos 1980, ele havia saído da Rede Globo e propôs a Jabor um filme para trabalharem juntos. Clark conhecia Sônia Braga e pediu para que o diretor escrevesse um roteiro pensando em Sônia no papel principal.


Com fotografia de Murilo Salles, a obra foi sucesso de crítica e de público, rendendo um bom dinheiro a Jabor. Nos últimos anos de vida, ele confidenciou que hoje teria cortado algumas cenas do longa, mas na época as manteve por conta da censura – uma espécie de militância à liberdade artística.

Nesta entrevista, Jabor conta que o filme é sobre a sexualidade de um casal: uma mulher encontra um homem e os dois conversam sobre suas vidas num apartamento, local que reflete a psicologia da obra. O diretor confessa que "entrou numas de fazer filmes num mesmo lugar", a exemplo do que ocorreu em seu filme seguinte, Eu Sei Que Vou Te Amar (BRA, 1986).

Abaixo, eu escolhi quatro cenas de Eu Te Amo para exemplificar a gramática audiovisual do filme. Há um pouco de autoria, quadros, plano-sequência e sequência. As cenas estão disponíveis em meu Twitter.


blog O Cinema Sallva, maio 2022, Eu Te Amo (BRA, 1981)

1) Nesta cena de 1'08'', apenas três planos são usados para que Paulo (Paulo César Pereio) desabafe com Maria (Sônia Braga) e, em seguida, exponha sua ex-esposa Bárbara (Vera Fischer) a partir de três monitores, que na verdade são quadros que servem como janelas de projeção. Detalhe para o único plano estático e fechado da mão de Paulo, conotando que as imagens expostas de Bárbara foram gravadas numa fita VHS.


blog O Cinema Sallva, maio 2022, Eu Te Amo (BRA, 1981)

2) Nesta sequência de 57'', Maria está no aeroporto implorando para que o piloto de avião Ulisses (Tarcísio Meira) não embarque. Ela, indignada com a recusa, grita que irá jogar ácido no rosto de esposa dele. Corta para a cena do elevador, onde Maria e a esposa de Ulisses estão no elevador. Maria está com o frasco de ácido em mãos, que é enquadrado em plano de detalhe. No entanto, ela arrepende-se, chora e é consolada pela esposa. Na cena seguinte, elas estão em casa. Os filhos de Ulisses aparecem em cena, enquanto Maria bebe água e ouve da esposa queixas sobre o marido.


blog O Cinema Sallva, maio 2022, Eu Te Amo (BRA, 1981)

3) Nesta plano-sequência de 1'23'', Maria filosofa com Paulo. Há um movimento de câmera travelling-in até enquadrá-la em plano-médio. Detalhe para a fala de Maria, que conota a autoria do cinema de Jabor, e o espelho inclinado ao fundo que cria perspectiva à cena.


blog O Cinema Sallva, maio 2022, Eu Te Amo (BRA, 1981)

4) Nesta sequência final de 2'41'', Maria e Paulo dançam uma coreografia em ambiente externo ao som de Canção Para Inglês Ver, de Lamartine Babo, enquanto surgem os créditos finais do longa.


blog O Cinema Sallva, maio 2022, Eu Te Amo (BRA, 1981)

Eu Te Amo (BRA, 1981)

1h50min

roteiro e direção Arnaldo Jabor

39 visualizações
bottom of page