2 Filhos de Francisco


2 Filhos de Francisco (BRA, 2005), dirigido por Breno Silveira

2 Filhos de Francisco (BRA, 2005) marcou a estreia de Breno Silveira como diretor de filmes. O longa, que narra a história da dupla sertaneja Zezé Di Camargo & Luciano, foi um sucesso comercial atraindo mais de 5 milhões de espectadores. Atualmente, ocupa a 13º posição na lista dos filmes brasileiros mais assistidos nos cinemas, segundo a ANCINE.

Nesta entrevista para a Trip FM, Breno conta que o projeto foi encomendado. Ele fez uma viagem à Goiânia para conhecer pessoalmente Francisco José de Camargo, pai da dupla sertaneja. Encantando com a história dele, Breno decidiu tirar o foco do enredo em Zezé, que inicialmente narraria a obra em off, para colocar Francisco como protagonista.

Breno morreu de ataque cardíaco aos 58 anos no último dia 14 de maio, durante as gravações do filme Dona Vitória, protagonizado por Fernanda Montenegro e ainda sem data para estrear. Nascido em 1964, o diretor começou a carreira como fotógrafo de documentários, sendo o primeiro deles Santa Marta: Duas Semanas no Morro (BRA 1987), dirigido por Eduardo Coutinho. Formado na Louis-Lumière, em Paris, Breno fez extensa carreira em videoclipes e ficou conhecido por alguns deles como Segue o Seco, de Marisa Monte. No cinema, estreou como diretor de fotografia no filme Carlota Joaquina, Princesa do Brasil (BRA, 1995), dirigido por Carla Camurati.

Abaixo nós escolhemos quatro cenas de 2 Filhos de Francisco para exemplificar a gramática audiovisual do filme. De nosso abecedário, nós citaremos elipse e melodrama. As cenas estão disponíveis no nosso TikTok e Twitter. Acompanhe-nos por lá.

2 Filhos de Francisco (BRA, 2005), dirigido por Breno Silveira

Nesta sequência de 1'05'' de duração, Francisco (Ângelo Antônio) caminha até o galinheiro para buscar ovos. Ele ouve um galo cantar. Repare a alternância de planos fechados para conotar que Francisco teve uma ideia. Na cena seguinte, Francisco está diante dos filhos e ele executa o que pensou: obriga-os a comer os ovos que coletou no afã de que eles tenham a mesma potência vocal do galo.

2 Filhos de Francisco (BRA, 2005), dirigido por Breno Silveira

Nesta sequência de 1'30" ocorre um acidente de trânsito. Em seguida, a elipse é empregada em forma de fade em tela branca que dura cerca de 10 segundos. Já no hospital, vamos que a criança e o rapaz, que antes estavam no carro, sobreviveram ao acidente, embora estejam abatidos e com escoriações no rosto

2 Filhos de Francisco (BRA, 2005), dirigido por Breno Silveira

Nesta sequência de 1'07'' a família está almoçando. Quando eles escutam o som deuma sanfona, Francisco (Ângelo Antônio) levanta-se da mesa e olha em direção a um cômodo. O plano, fechado no rosto da criança, desce pelo instrumento musical até enquadrar a mão da criança dedilhando as notas. A câmera fica estática. A mão sai do quadro por alguns segundos e outra surge dedilhando mais notas musicais, exato momento quando ocorre a elipse. O movimento de câmera agora é inverso: ela percorre subindo a sanfona até o rosto de Mirosmar, que agora não é mais criança, papel de Márcio Kieling.

2 Filhos de Francisco (BRA, 2005), dirigido por Breno Silveira

Nesta sequência de 2'17'' o melodrama é usado para mostrar como Mirosmar (Márcio Kieling) encontrou inspiração para compor o maior sucesso de sua carreira: É o Amor, que nesta versão é interpretada por Maria Bethânia.

2 Filhos de Francisco (BRA, 2005), dirigido por Breno Silveira

2 Filhos de Francisco (BRA, 2005)

1h32min

roteiro Patrícia Andrade e Carolina Kotscho

direção Breno Silveira